IMI aumenta 2,25% para comércio e serviços

Os proprietários de prédios industriais, de comércio ou serviços vão pagar um Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) mais elevado este ano. 
O valor, referente ao ano passado, deverá aumentar 2,25%, uma subida que decorre da atualização extraordinária do imposto, prevista no Orçamento do Estado para 2016.
Segundo a edição desta segunda-feira do Jornal de Negócios, a fatura, que terá de ser paga em abril, será mais elevada porque o Valor Patrimonial Tributário (VPT) dos imóveis será atualizado, de forma automática, pelas Finanças.
Segundo o OE 2016, o VPT dos edifícios industriais, comerciais e de serviços passa a ser revisto de três em três anos, e depende dos coeficientes de desvalorização da moeda. Ao mesmo tempo, o valor fiscal dos imóveis atualizado entre 2012 e 2015 terá uma atualização extraordinária de 2,25%.
Quanto maior o VPT do imóvel, maior o aumento do imposto. O valor fiscal dos imóveis era atualizado todos os anos de acordo com a inflação, uma medida imposta pela troika. Porém, a forma como a lei era aplicada fez com que, na prática, não tivesse havido quaisquer aumentos. Daí que a subida do imposto que se vai refletir este ano seja considerada pelos especialistas como uma correção técnica. Os imóveis só voltarão a ser avaliados em 2019.